STB Pacific

Did you know?

There are 38 million SHEEP in N.Z. (approx)
Did you know?

The SOUTHERN ALPS is the youngest Alpine range in the world.
Did you know?

Kiwis eat MARMITE and VEGEMITE on toast.
Did you know?

A.J. Hackett’s BUNGY was the first Bungy in the World.
Did you know?

A BACH is a beachside holiday house.
Did you know?

WATER is drinkable from the tap in N.Z.
Did you know?

AOTEAROA is N.Z.'s Maori name which means 'Land of the long white cloud'.

Did you know?

There are no SNAKES in N.Z.
Did you know?

Auckland’s RANGITOTO ISLAND is the most recent Volcano in N.Z.
Did you know?

The KIWI is a flightless bird from N.Z. New Zealanders are also called Kiwis.
Did you know?

There are 4.5 million PEOPLE in N.Z.(approx).
Did you know?

CAMPING is the traditional summer holiday activity.

Testimonials 

My Kiwi Year

 

Hi my name is Maria Luiza and I've been leaving here in New Zealand in New Plymouth for almost a year and my time here is nearly finished. It is hard to explain how I'm felling about it. On one hand I'm looking forward to seeing my family and friends but on the other hand i am really sad to life my new family, life and friends.

 

When i got here i thought I was crazy: " How can i live one year without my friends and family on the other side of the world ?" and that felling that you are wasting your time but well time just flew away! All those doubts of the beginning just disappeared in the moment when you start living your life here! This year was filled of happiness, laughs, growing up, new experiences and more growing up! This year was the best decision i could ever make. Every moment was totally worth it and priceless being good or bad. 

 

People in New Zealand are really friendly and they just love international students and to share culture what makes everything easier. The other internationals students became a family to me. Its is really strange you get to know people that speak a different language, that have other culture and in a matterof time simply became your brothers and sisters. They will be the ones that will always understand you because they are in the same situation and growing with you.

 

I got really close with my host family they are the best I could ever imagine and I can just call family now... The Family loves to know the culture and is the best way for you to discover the kiwi life is trough your family, so for the new ones enjoy them because they have  a lot to offer! They were the ones that always had my back, treated me like a daughter, helped me when I wasn't 100% and celebrated with me the good times.

 

One advice?!! TRAVEL! New Zealand is just an amazing place with some incredible landscape! I know that is hard to save money but when you see that beautiful view that simply just take your breath away will be worth it! Live like it's the last day!

 

I grew up so much, I've changed, i can see things differently now, I have an open mind, I have two families now that care about me in the same way, friends that I will not see for a few time but I know that they are friends for life. New Zealand changed me for the better. I have no regrets because even with my mistakes I've learned something for life. So if you are coming for you exchange be yourself and prepared: because this is going to be the best year of your life, and live it every second because is unique and I'm telling you again time just fly away! 

 

Maria Luiza



MARIA LUIZA NIETO - December 2013 (1 year program). She also received the Award from school of 'The International Student of the Year 2013'!



Minha vida Kiwi 

KIA ORA!

                Após 10 meses no paraíso, decidi fazer uma homenagem a minha segunda casa.Estou no avião, com olhos inchados e vermelhos de lagrimas que escorreram, pois não queria deixar o país que tanto me ensinou, me ensinou a aprender com os erros, a saber o que é certo e errado, a economizar, a fazer amizades e o mais importante ele me mostrou quem realmente sou.

                O mais difícil é relatar tudo em um texto, pois foram tantas amizades, aventuras, dificuldades, alegrias que aconteceram que não da para explicar, mas tentarei explicar o quão perfeito foi meu intercambio... Devido a circunstancias não viajei muito, mas curti cada segundo como se fosse o ultimo, viajei com minha família super amada, fiz amizades que irão durar para sempre, sorri até chorar, chorei na hora de dizer xau, quebrei milhares de guarda-chuvas, peguei todo tipo de bus, fiquei perdida, estudei (não muito), mas o bastante para não ficar na sala sem fazer nada ou só falando em português, me diverti, corri, fiz esportes, assisti all blacks contra australia, participei dos grupos de musica (orquestra), fiz aula de engenharia e tantas outras coisas que vão deixar marcas eternas na minha vida...

                 O mais difícil é a volta, onde seu coração ta mais kiwi que brasilieiro, onde seus amigos viraram sua família, alemãs viram seus irmãos, que “paquerinhas” aparecem e seu coração se quebra em mil a ver sua vida se quebrando em pedaços, mas como qualquer um que passa por essa longa e perfeita trajetória quer voltar, então Nova Zelandia isso não será um adeus, mas um simples see you soon...

                Bem se você estiver lendo esse texto e você esta vindo para essa pura e singela passagem de vida digo que aproveite sua família, faça tudo o que você não pode fazer no Brasil, como fazer matérias aleatórias, participar de grupos no colégio, jogar ou bricar de rugby e seja você mesmo, não vá com outras pois aqui você vai encontrar gente de todo tipo e algumas dessas pessoas vão ser seu final para sempre...

“Todos os dias quando acordo

Não tenho mais o tempo que passou

Mas tenho todo tempo

Temos todo tempo do mundo” Tempo Perdido – Legião Urbana

Chiara Pinheiro Teodoro - November 2012 (1 year program)


 

Minha experiência como  intercambista





P
rimeiro: não chore, o tempo passa voando e você não pode perdê-lo chorando. 

Segundo: mudanças são sempre para melhor, não se preocupe.

Terceiro: você descobre o verdadeiro significado da saudade, mas você aprende a lidar com isso, não que ela passe, mas ela melhora. 

Quarto: faça tudo o que tiver vontade, e arrependa-se só do que não fez aqui.

Quinto: curta todas as programações que a escola oferece. 

Sexto: você descobre que kiwis não são semelhantes a brasileiros, mas eles não mordem, torne-se amigo deles. 

Sétimo: o inglês te assusta no começo, mas melhora, não é tão difícil quanto parece, e no final você vê que você entende mais do que fala. 

Oitavo: conquiste sua família e eles confiaram em você, então você que vai sair ganhando. 

Nono: nada é fácil sem os seus pais, os desafios vão vir, mas a cada dia você aprende melhor como lidar com eles. 

Décimo: é uma experiência única e você não vai revivê-la. APROVEITE!!

 

From: Andressa Kudiess – Nelson 2012


Minha estadia na Nova Zelândia



Bom, para falar a verdade eu não sei por que eu escolhi a Nova Zelândia para morar seis meses, mas a ideia me parecia a coisa certa de se fazer, e quem diria... Eu acertei em cheio!

Antes de ir para lá, eu me imaginava no intercâmbio. Pensei que seria tudo muito fácil: adaptação, idioma, comida, amizades, saudade e etc. Cheguei a pensar que só por ser aluno internacional eu já seria um dos garotos mais populares da escola ( veja só, hahaha). Acontece que não foi bem assim: ficar longe da família foi mais difícil que eu pensei que seria, o inglês era falado mais rápido e com mais gírias que das aulas que eu tinha no Brasil, eu não tinha quase nenhum amigo nos primeiros dias, os alunos da escola já estavam acostumados com intercambistas e eu não seria diferente dos outros...

A minha felicidade não durou muito tempo, porém eu tive a sorte de cair na melhor família que alguém pode imaginar ( sem ofença se você acha que a sua familia é a melhor), eles me acolheram muito bem e hoje eu me sinto parte dela. Nela tinha outro aluno internacional, o meu grande amigo Vicente, do Chile, que acabou se tornando um irmão para mim. Ele tinha começado as aulas uma semana antes de mim, e me apresentou aos seus amigos que tinha feito. Foi uma coisa muito estranha quando fui à praia pela primeira vez: tinha pessoas de nacionalidades que eu nunca tinha conhecido antes, nenhum de nós tinha o inglês como primeira língua, mas o único modo de nos comunicarmos era por ela.

Assim meu inglês foi melhorando, minha saudade diminuía,  e eu já nem ligava se era ou não popular, pois eu tinha meu circulo de amigos e estava exalando felicidade.

O tempo foi passando e quando me toquei, metade do meu intercâmbio já tinha se passado. Comecei a me apavorar, eu tinha me apaixonado pelo país e pedi aos meus pais se eu podia estender o programa. Eles deixaram ( quando ouvi isso eu pulei de felicidade). 

A partir daí foi o melhor ano da minha vida: Fiz varias viagens, 3 delas com a STB que eu recomendo muito! Conheci praticamente a Nova Zelândia de Norte à Sul, pratiquei vários esportes ( escalada, jiu-jitsu, corrida, dragon boating, slack-line), pulei de bungee jump (4 vezes), pulei de para-quedas, observei meus pais criando seus filhos e entendo um pouco mais sobre responsabilidade por causa disso, presenciei a mudança de estações, fiz novos melhores amigos, conheci pessoas muito interessantes, pessoas que pensam diferente com diferentes pontos de vista, aprendi palavras de pelo menos 10 idiomas diferentes, minha família do Brasil veio me visitar ( foi um momento único ter as duas famílias juntas), vi paisagens de tirar o fôlego, tirei varias fotos, assisti um jogo dos All Blacks no estádio, e tudo isso me fortaleceu.

Hoje eu sei que esse intercâmbio me amadureceu muito, sou mais independente, penso completamente diferente de como fazia antes, aprendi coisas que a escola não consegue ensinar. Tenho amizades que vão durar a vida inteira, mesmo estando em outra parte do mundo, e agora eu sei que sempre poderei contar com duas famílias para qualquer coisa.

Agradeço a todos que foram parte dessa minha incrível experiência, até mesmo às pessoas que me deixavam bravo ( motoristas de ônibus atrasados, professores que implicavam com meu uniforme, hahaha). Vocês completaram o meu intercâmbio! 

Se eu pudesse voltar atras faria tudo igual.

Intercâmbio na Nova Zelândia foi a melhor coisa que eu fiz na minha vida, difícil foi dizer tchau.

Deste ano só carrego gratidão, nenhum arrependimento e nenhuma mágoa.

From: Lucas Watanabe – Auckland 2011

Minha Experiencia em Tauranga



Escolhi Tauranga, na Nova Zelândia, para passar um semestre de intercâmbio em 2011. Posso afirmar, com certeza, que foi um dos melhores meses da minha vida! Quando cheguei, tive um pouco de dificuldade com o inglês (nos primeiros dias de escola fiquei boiando nas aulas) e às vezes sentia falta da minha vida do Brasil. Porém, depois de poucos dias na NZ fiz muita amizade, não só com brasileiros, mas também com alemães, italianos, suíços, canadenses, japoneses, coreanos, além de kiwis(neozelandezes)! Dei muita sorte com minha família também, eles foram uns amores comigo todo esse tempo, me tratavam como uma verdadeira filha. Meu inglês agora está super fluente, consigo me expressar bem e entendo tudo o que me dizem.

Família, amigos, paqueras e muitas festas, fui me adaptando aos costumes deles e aproveitando ao máximo minha vida aqui. Em pouco tempo fiz da Nova Zelândia a minha casa! Aqui, além de ser um país maravilhoso, sem pobreza, ter uma natureza incrível e esportes radicais de arrepiar, o pessoal é muito receptivo e está sempre pronto para ajudar no que você precisa.

Muitas pessoas falam que intercâmbio são férias de 6 meses. Realmente, a escola aqui é bem mais fácil, mas o foco não é a experiência acadêmica. Eu percebo o tanto que cresci e amadureci, já que essa experiência põe em prova nossa personalidade e valores, para não ser influenciado por ninguém. Fiquei bem mais independente, aprendi a administrar meu dinheiro, além de passar por vários desafios. Começamos uma vida do zero então, para conseguirmos conquistar as pessoas ao nosso redor, temos que ser éticos, não podemos passar por cima de ninguém e devemos ser nós mesmos... Responsabilidade, confiança, cara-de-pau, erros, acertos e sorriso no rosto também fazem parte da vida de um intercambista. Posso dizer que voltei outra pessoa para o Brasil, uma pessoa muito melhor e mais bem preparada para a vida.

Se vocês ainda têm dúvida se querem fazer intercâmbio, o que posso dizer é FAÇAM! Parece que vivi 3 anos em somente 6 meses, do tanto de coisa que fiz, aprendi, aproveitei e do crescimento que tive. Essa temporada aqui foi realmente maravilhosa para mim, muito obrigada pai, mãe e STB!!! =)

From: Isabela Galizzi Faé – Tauranga 2011


Minha experiência como  intercambista

Tive muitos momentos marcantes nesse meu 1 ano de experiência como Kiwi, ainda lembro como se fosse ontem do dia que eu  cheguei na escola e não sabia aonde as salas eram. Eu tinha uma assembleia de níveis em uma determinada sala, mas eu fui seguindo o povo que eu achei certo seguir, acabei parando na assembleia dos Juniors, onde os anos 9 e 10 ficam. Eu era do ano 12. Passei 15 minutos não sabendo o que fazer, eu não podia sair dali sem  ser vista nem nada do tipo. Foi muito engraçado. Posso até falar de uma vez que eu teria que ir da escola até a cidade, mas eu não sabia o caminho e eu tinha perdido o ônibus, então eu teria que andar, eu levei 1 hora numa caminhada que era pra ser de 10 min. Haha’

Aprendi muita coisa, sem dúvida, aprendi como me virar sozinha, como ser mais responsável, como me relacionar com as pessoas de uma forma melhor, sem brigas. Ainda posso falar sobre aquelas lições bestas que são mais clichês do que lições como “aprender a amar a si mesmo”, “se valorizar” e blá blá blá , aprendi também a gastar dinheiro, o que tenho certeza que deixou os meus pais um pouco mais felizes.

Eu deveria estar dando dicas a esse ponto, mas eu não tenho a menor ideia de como dar dicas. Mas eu faria as seguintes coisas de um jeito um pouco diferente se eu tivesse chegando pela primeira vez:

1- Teria sido um pouco mais aberta para as pessoas.

2- Teria tido mais coragem e corrido atrás de outros amigos Kiwis, eles costumam ficar de saco cheio ás vezes e você precisa de outros colegas.

3- Dado o máximo de mim em todas as oportunidades que eu tivesse

4- Não teria dito não, em todas as pequenas coisas, vem uma lição ou um momento inesquecível.

Faltam 8 dias para eu ir embora. Enquanto meus amigos e família contam os dias para eu voltar, eu não sei o que pensar. Na minha cabeça, é como se uma parte de mim fosse ficar perdida pra sempre, sem saber o que fazer. O ano que vai se seguir é um ano sem expectativas, eu não tenho a menor ideia de como vai ser.

From: Mayte Ovalle – New Plymouth 2011


Minha experiência como  intercambista

E parece que todo mundo aqui em Hamilton se deu muito bem com a sua. Eles sempre queriam saber se se eu estava me sentido bem . Eles eram muito sinceros com tudo. Eles faziam piadas, eram engraçados e eu tinha dois irmãozinhos de 3 e 5 anos que eram muito legais e me ajudavam muito com inglês

Apesar do clima aqui ser completamente diferente do Brasil, conhecido como “four seasons in a day”,eu não deixei de conhecer nada! Cada oportunidade de visitar e conhecer um lugar foi valida. A Nova Zelândia é um país muito bonito e cada lugar é diferente do outro. Praia, montanha, neve, rio, tudo isso pode ser encontrado no mesmo lugar.  E na questão do inglês é muito fácil você melhorar, basta apenas se entrosar com a galera do colégio e parar um pouco com o português. Eu já tinha terminado curso de inglês no Brasil, mas quando cheguei aqui, eu não conseguia entender as coisas mais simples. Até passei por umas situações constrangedoras perguntando por palavras aqui. Mas com o tempo, eu fui me acostumando com o sotaque dos kiwis e agora vejo que meu inglês está aperfeiçoado.

Não deixar nada atrapalhar seu intercâmbio e viver cada momento foi  a melhor opção, pois com certeza essa foi uma experiência que eu já mais esquecerei e levarei sempre comigo!

From: Lucas Campolina Souza – Hamilton 2011

Minha Experiencia em Dunedin



Dunedin é uma cidade maravilhosa, não muito grande nem muito pequena ! Meio de transporte publico é muito bom, porém quem mora em lugares mais distantes, em fins de semana os horarios são poucos, mas perto da Bayfield e Kaikorai tem onibus toda hora. 

O clima é totalmente maluco, você acorda com o maior sol, cinco minutos depois pode estar caindo um mundo de chuva, então nunca saia de casa sem um agasalho ! Dunedin é uma cidade bem fria, mas você acostuma com o tempo... 
Em 2009 eles reformaram o Meridian (shopping mall) e construiram um novo bem do lado, que tem uma conexão, então o shopping está bem melhor !
O centro é com certeza o melhor lugar para compras, você encontra de tudo e é tudo pertinho ! 
A fábrica de chocolate é interessante, mas você pode visita-la com o colégio de graça, então fiquem atentos ! Vocês ganham chocolate da Cadbury que é uma delícia e ainda olham a única cachoeira de chocolate do mundo ! 
A fábrica da Speights também é bem interessante, mas o colégio também leva de graça, então aproveitem. 
Otago museum é enorme e tem muita coisa interessante e adivinha ? é de graça ! o museu das borboletas você tem que pagar, mas o colégio TAMBÉM leva de graça, é muito interessante e dentro da sala com as borboletas é BEM QUENTE então você se sente no Brasil ! 
Botanic Garden é lindo, peguem uma tarde de sol, juntem a galera e vão passear por lá, é de graça e muito lindo, vale a pena ! 
Larnach Castle é meio longe da cidade e não tem onibus para lá, mas seus host parents podem leva-los lá. É bem bonito, e no caminho tem uma vista incrível ! 
Se vocês gostam de aventura, façam outdoor education ! Os professores podem ser um pouco rígidos e pegam pesado, mas VALE MUITO A PENA, umas das melhores coisas que fiz aqui foi participar do outdoor education, além de aprender muitas coisas, foi muito divertido ! 
Bom, quando eu cheguei aqui, minha primeira dificuldade foi o inglês. O sotaque deles é bem diferente pela primeira vez, mas em 2 semanas você já acostuma ! 
Segundo foi minha família, a primera família que eu fiquei era muito rígida e me tratavam como se fosse uma criança de 5 anos, então passei por muita dificuldade enquanto estive lá. Por isso vocês devem preencher o application de vocês com toda sinceridade possivel, ok ? 
Espero que vocês gostem dessa cidade maravilhoosa, que para mim, é a melhor cidade da Nova Zelândia, e tragam um casaco bem quentinho ! Aproveitem ! 

From: Ligia Nishikawa – Dunedin 2009

O que mais curti em Auckland



Em 2009 cursei o 3º  ano em Auckland , Nova Zêlandia, o melhor lugar do mundo. Gostaria de estar falando algumas coisas legais para vocês, para que vocês possam aproveitar ainda mais seu High School. Eu estudei em Northcote College, localizado em NorthShore, lugar maravilhoso para estudar, porque é a escola mais perto do centro de Auckland, com 2 dólares você  vai e volta do centro, toda a galera da escola é muito receptiva.

Em Northcote College eu jogava bola e volei, além de participar dos trotes que sempre tem com os novatos e os mais novos. Curti muito lá, conquistei grandes amizades, garotas é claro e fiz amizade com estudantes de todos os países que vocês possam imaginar, Alemanha, Holanda, Itália, Chile, Córeia, Japão,
Noruega , Chile, Argentina e principalmente os Kiwi's.O Baile de formatura foi bom demais, é  bem diferente das formaturas brasileiras. Tabém fiz várias amizades em outras escolas, Long bay College que também tem uma galera demais, e que eu considero as meninas mais lindas, Takapuna Grammar, onde conheci meus melhores amigos, a galera de lá gosta de sair e acontecem bastantes festas, existem outras escolas que são ótimas, mas com essas três eu me identifiquei bastante. Galera seguinte, jogos de rugby em Albany, vocês DEVEM MESMOOOO ir, é bem diferente de um maracanã lotado, mais é muito bom, a matéria que eu escolhi e não me arrependo de jeito nenhum, foi Geography, poís com ela pude conhecer diversos lugares, Praias, florestas, prédios , zoológico, essas viagens da escola não deixem de perder nenhuma. Existem milhões de locais que vocês devem conhecer, praias, florestas, mas um lugar que eu adorava ir com minha host family, era o Snow Planet, onde se podia praticar snowboard, sky o dia inteiro. E o melhro mesmo, de toda minha experiência, foi ter conhecido minha Host Family, com eles pude viajar por TODA a Nova Zêlandia, conhecer lugares inacreditáveis, fazer algumas festinha na minha casa e poder praticar meu inglês a toda hora. De verdade, aproveitem a família de vocês, não se fechem em sesu notebooks ou fiquem escutando seus ipods no jantar, façam amizades, conheçam novos namorados, namoradas, aproveitem esse país maravilhoso.  

Valeu mesmo!!!

From: Rafael Tavares Cadengue ou simplesmente “Balé” – Auckland 2009



Whangarei é ideal para quem quer viver num estilo bem Kiwi

 

Intercâmbio é  um tempo mágico, diferente de tudo que você já viveu. Nova família, novos amigos,nova escola, nova cidade,outro país,outra língua! No começo pode parecer que tudo está tão errado,que sair da sua zona de conforto não foi uma idéia tão boa quanto você  imaginava... mas você vai mergulhando cada vez mais a fundo na cultura kiwi, a sua família já não é mais desconhecida, você não se perde mais na sua escola, o timetable do ônibus já não é mais tão complicado de se entender,olhar para o lado errado da rua não é mais tão errado assim...aí  você percebe que criou uma vida num lugar maravilhoso,único e que precisa ! 
aproveitar cada momento dessa experiência por que você  pode não saber ainda, mais vai sentir muita falta de tudo! Cada minuto é valioso, e se você não fizer o seu intercâmbio, ninguém fará por você

Whangarei-

É uma cidade bem pacata, e ao mesmo tempo em que é pequena, é bem espalhada! A escola Kamo High pode parecer gigante no começo, mas não é tão difícil de se localizar lá depois de um tempo... e é fácil reparar que existe muitos maoris na região norte! As pessoas são bem amigáveis e no começo das aulas cada internacional tem um kiwi buddy para ajudar na adaptação. Whangarei é ideal pra quem quer viver num estilo bem kiwi, sem muitos brasileiros por perto e fugir do frio ( ps. no inverno continua sendo frio!)
As praias não são muito perto (tem que ir de carro), mais são lindas,vale a pena conhecer!
A town não é  grande, mas é onde todo mundo se encontra geralmente ou pra onde todo mundo vai depois da aula...
O ônibus só  vai até +-6.15h, e pra sair a noite é sempre bom combinar com os amigos de dividir táxi.

Acho que é isso, have fun in Whangarei!

From: Fernanda Carregosa – Whangarei 2009